Altares de Criação de Runas

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
A entrada para um altar de Criação de Runas é geralmente marcada por ruínas misteriosas.

Altares de Criação de Runas são locais em todo RuneScape em que os jogadores podem usar a habilidade de Runecrafting Criação de Runas para criar runas. Tiaras, Talismãs, são necessários para entrar no altar, um Capuz dumal previamente carregado com Tiaras ou talismãs também possibilita a entrada. Os jogadores podem encontrar altares consultando o Mapa Múndi, usando um talismã ou perguntando a outros jogadores. Alternativamente, um jogador pode usar o Abismo para alcançar os altares, geralmente de um método mais rápido, mas mais perigoso.

De acordo com a Maga Elriss , os altares são " dimensões de bolso em si mesmos: áreas de espaço dobrado criadas pela energia do altar rúnico", e "não exatamente em RuneScape". Qualquer tipo de teletransporte é totalmente funcional nesses altares.

Embora debatido na Guilda de Criação de Runas, Mago Finix afirma que os altares de criação de runas atualmente usados "para criar runas se tornarão instáveis, e a extensão de runas se tornará o único método para criar runas." Não há nenhuma evidência que apóie ou vá contra isso até agora.

Os altares estão escondidos dentro de 'ruínas misteriosas'. Para encontrar um altar usando um talismã, os jogadores podem clicar com o botão direito no talismã e clicar na opção 'localizar'. Na caixa de bate-papo, o jogador notará uma mensagem que dirá a direção que eles precisam seguir.

Quando um jogador encontra as ruínas misteriosas, ele precisa entrar nas ruínas. O jogador pode entrar usando seu talismã com as ruínas. Se eles estiverem usando uma tiara encantada, capuz dumal ou empunhando um cajado de talismã (com o talismã correspondente anexado), tudo o que eles precisam fazer é clicar nas ruínas.

Quando o jogador está dentro das ruínas, eles estão agora no altar. Eles podem então usar sua essência com o altar para criar algumas runas. Enquanto estiver dentro de um altar, um jogador também pode encantar uma tiara se ele tiver uma tiara não encantada e o talismã necessário para acessar o altar em seu inventário. Com a tiara não encantada, tudo o que eles precisam fazer é usá-la com o altar e ela ficará encantada.

Um jogador criando suas runas

Locais dos Altares[editar | editar código-fonte]

A tabela a seguir relaciona as localizações dos altares.
Altar Localização
Altar da Água No pântano de Lumbridge.
Altar da Terra Ao Sul do Depósito de Madeira em Varrok.
Altar do Fogo Nordeste de Al Kharid.
Altar do Ar Ao Sul da Guilda dos Cozinheiros em Varrok.
Altar da Mente Entre a Aldeia dos Duendes e o Pico Glacial.
Altar Corporal Entre a Mina dos Anões e Gunnarsgrunn(anteriormente conhecida como vila dos bárbaros).
Altar Cósmico Na parte Sul de Zanaris.
Altar do Caos Nível 9 na região da Terra Selvagem, a Noroeste de Fronteiriça.
Altar Astral Ilha Lunar (não requer talismã).
Altar da Natureza Ao Norte da Vila de Shilo.
Altar da Lei Parte Norte de Entrana.
Altar da Morte Templo do Enigma do luto parte II, andar inferior.
Altar do Sangue Nos Laboratórios de Meiyerditch, descoberto após a missão Legado do Vidente.
Altar da Alma Em Menaphos.
Altar de Ourânia Na caverna de Ourânia, a oeste do Campo de Batalha e a Sudoeste de Ardonha.

História[editar | editar código-fonte]

Na Primeira ou Segunda era, um Fremennik de nome V------ descobriu a Pedra de Jas na Ilha Lunar. O poder da pedra alterou as rochas daquela caverna, transformado-as em essência rúnica. Esta descoberta permitiu aos humanos criar runas. Isso também causou conflitos entre os Fremenniks. Alguns acreditavam que as runas deveriam ser usadas para beneficiar a humanidade, enquanto outros achavam que as pedras eram propriedade dos deuses e que usá-las seria um ato profano. O conflito logo ameaçou separar a tribo.

A metade da tribo que apoiava o uso de runas viajou pelo mundo de Guilenor, em busca de áreas com certas propriedades que imbuiriam as pedras rúnicas de energias mágicas. Logo, vários templos foram construidos em todo o mundo. os Fremenniks baniram os criadores de runas de sua tribo. Essas pessoas eventuamente se tornaram o Clã da Lua que habita a Ilha Lunar, e com a quantidade de magia que praticaram fez de efeito com que não precisassem mais de runas, embora continuassem a criá-las independentemente.

O conhecimento da Criação de Runas permaneceu completamente desconhecido para aqueles de fora do Clã da Lua, até que a Mina de Essência Rúnica, um antigo local de descanso da Pedra de Jas, foi descoberta no final da Quarta Era, começando a Quinta Era, a raça humana logo começou a produrção em massa de runas, permitindo-se estabelecer-se como uma força dominante em grande parte de Guilenor. Os Fremenniks mais tarde conduziriam uma campanha militar conhecida como as Cruzadas de Criação de Runas contra Kandarin, Asgarnia e Misthalin como resultado, e os templos foram destruídos, embora a criação de runas ainda fosse amplamente praticada.

Teleporte de criação de runas[editar | editar código-fonte]

Teleportes de criação de runas podem ser comprados com tokens do minigame O grande Projeto Orbe, estes não podem ser feitos em púlpitos na sala de estudos de uma casa do jogador. O teleporte o levará para perto do altar, então ainda será necessário um Talismã, Tiara ou Capuz dumal para entrar (exceto Altar Astral).