Cajado de Armadyl

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Cajado de Armadyl.png

O Cajado de Armadyl é um Artefacto Ancião, mas também é conhecido como uma arma assassina de deuses, e é capaz de dar mortais habilidades mágicas sobrenaturais. O Cajado é preservada pelos Guardiões de Armadyl dentro do Templo de Ikov.

Numa busca com o mesmo nome, um indivíduo obscuro chamado Lucien envia o jogador para resgastar esta arma. Se o jogador decidir apoiar Lucien na busca, ele ou ela rouba o cajado do Templo de Ikov e o traz para ele. No entanto, mesmo que o jogador não o faça, Lucien consegue recuperar o cajado na mesma.

Origem e História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O Cajado é associado ao deus da pureza e justiça - Armadyl. No entanto, de acordo com uma recente FAQ, o cajado nem sempre pertenceu a este deus e como se trata de um Artefacto Ancião é provável que tenha pertencido a outro deus e tenha, anos mais tarde, sido reivindicado por Armadyl.

Chegada a Guilenor[editar | editar código-fonte]

É desconhecido se Armadyl encontrou o Cajado já em Gielinor ou se veio consigo mas sabe-se que este já se encontrava no Templo no final da Terceira Era.

Terceira Era - Traição de Zaros[editar | editar código-fonte]

O explorador Saradominista, Valdez

No fim da Segunda Era, o cajado foi tomado do templo onde estava guardado por um explorador Saradominista, Valdez. Segundo ele, o cajado foi encontrado por acidente num templo que parecia estar abandonado e por isso, ele decidiu levar o Cajado para o deus Saradomin. Não se sabe o porquê de o templo ter estado abandonado naquele momento.

Antes que Valdez pudesse entregá-lo a seu deus, porém, ele foi roubado por um ladrão, Rennard. Ele adquiriu o Cajado e decidiu vendê-lo. Ele deu ao mensageiro Kharrim a tarefa de procurar um comprador e Kharrim foi atrás de Zamorak, que então era um Mahjarrat sob o comando de Zaros e que planejava se rebelar contra seu mestre. Zamorak então adquiriu o Cajado e pôde pôr seus planos de trair Zaros em ação.

Lennissa, uma espiã Saradominista que estava no acampamento de Zamorak, descobriu sobre o roubo do Cajado e dirigiu-se imediatamente ao seu superior, o mago Dhalak, para que este pudesse informar Saradomin sobre o ocorrido de maneira que o deus pudesse impedir aquilo tudo e colocar o Cajado em seu lugar. Entretanto, Dhalak, que também queria que Zaros fosse retirado de seu trono, jogou um feitiço sobre o Cajado para que ele pudesse chegar perto o suficiente do castelo de Zaros sem que este conseguisse sentir seu poder divino.

Zamorak, que agora poderia se aproximar de Zaros, lançou um ataque ao seu castelo na cidade de Senntisten. Os seguidores de Zamorak (incluindo vários Mahjarrat, o vampiro Lorde Drakan, o humano Viggora e o demônio ancião Thammaron) distraíram os guardas-costas de Zaros enquanto o próprio Zamorak entrou no castelo para batalhar pessoalmente contra o Lorde Vazio. Zamorak, que pegou Zaros de surpresa, conseguiu perfurar Zaros nas costas com o Cajado, mas ao mesmo tempo em que isso enfraqueceu o deus, também deixou-o mais furioso, fazendo-o contra-atacar fulminantemente.

Zaros foi empalado durante a luta. Note que ele foi atacado perfurado nas costas e não no peito.

No auge da luta, Zaros agarra Zamorak pela garganta, determinado a estrangulá-lo. Porém, Zaros tropeça de tal maneira que Zamorak também é impalado com o Cajado. Dessa forma, uma fração dos poderes de Zaros percorreu o Cajado e foi absorvida por Zamorak. Zaros lentamente desapareceu desta dimensão, enquanto Zamorak tornou-se mais forte. Foi graças ao Cajado que Zamorak conseguiu se tornar um deus, com uma fração do poder de Zaros.

Após o término da Guerra dos Deuses, e com os mesmo impedidos de entrar em Gielinor, o cajado foi guardado, outra vez, no Templo.

Quinta Era - Assassínio de Lucien[editar | editar código-fonte]

O que se sabe é que anos mais tarde, o Cajado foi levado de volta ao templo de Ikov, onde os Guardiões de Armadyl foram colocados para sua proteção. Na missão Templo de Ikov, o jogador tem a opção de se aliar aos Guardiões para impedir que o Cajado seja tomado pelo Mahjarrat Lucien ou ajudá-lo a roubar o Cajado. Independente da escolha do jogador, porém, Lucien consegue obter o Cajado e pretende usá-lo para se tornar um deus da mesma maneira que Zamorak.

Assassínio de Lucien.

O Cajado de Armadyl é roubado pelo Mahjarrat Lucien, que pretende usá-lo juntamente com a Pedra de Jas para se tornar um deus, seguindo os passos de Zamorak. Porém, durante os eventos da missão Ritual do Mahjarrat, os Dragonkin se enfurecem com o uso abusivo da Pedra de Jas por Lucien e começam uma batalha contra o poderoso mahjarrat. Durante o conflito, Lucien derruba o Cajado, que é pegado por um dos dragonkin e usado para derrubar Lucien, espatifando o topo do artefato em vários pedaços. Em seguida, ele perfura o peito de Lucien com a haste do Cajado, matando o mahjarrat e destruindo a relíquia divina.

Quinta Era - Assassínio de Guthix[editar | editar código-fonte]

Durante os acontecimentos de O Despertar do Mundo Sliske, que de alguma maneira ainda desconhecida conseguiu unificar o cajado desfere um golpe fatal em Guthix, quebrando os Éditos e permitindo que os Deuses voltem a Gielinor.

Sliske desfere o golpe fatal.

Sexta Era[editar | editar código-fonte]


Actualmente, o cajado encontra-se na posse do Mahjarrat Sliske desconhecendo-se se este terá atingido a divindade depois de matar Guthix ou se se matem fiel a Zaros.