Fera Corpórea

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo está em construção
Falta a conquista por obter todos os saques.
As informações contidas aqui podem não ser precisas ou completas. Ajude-nos fazendo ele crescer!
Fera CorpóreaMembros
Fera Corpórea.png
Uma visão de horror sobrenatural.
Inglês Corporeal Beast
Lançamento 15 de setembro de 2008
Combate
Nível Vida EXP Combate EXP Condição física
785 100000 7618 2513.9
EXP Equip. (2M/MP & Armad./MS)
457 / 304 / 152
Agressivo Venenoso
Sim.svg Não.svg
Ofensivo
Dano máximo
Ataque Combate à distância Magia Ataque Especial
3000 720 4500 0
Estilo Velocidade
Ataque ícone.png Magia ícone.png
4 ticks (2,4s)
Níveis de Combate
Ataque Combate à distância Magia
75 75 75
Precisão
Ataque Combate à distância Magia
1694 1694 1694
Defensivo
Armadura Nível de Defesa Fraqueza Suscetível a
1694 75 Fraqueza nenhuma ícone.png Cajado de inquisidor.png
Afinidades
Fraqueza nenhuma ícone.png Valor de afinidade do monstro contra ataques corpo-a-corpo Valor de afinidade do monstro contra ataques à distância Valor de afinidade do monstro contra ataques mágicos
40 40 40
Imunidades
Imunidade ao veneno Imunidade a dano de recuo Imunidade a atordoamento Imunidade a drenar estatísticas
Não.svg Não.svg Sim.svg Não.svg

A Fera Corpórea é a manifestação física do espírito que aparece em O Fim da Fera ícone.png O Fim da Fera, e um chefe que pode ser enfrentado após a missão.

Obter todos os objetos únicos obtidos da fera liberará o título [Nome], do Núcleo Negro.

História[editar | editar código-fonte]

A fera costumava ser um poderoso espírito que a séculos rondava a Terra Selvagem, aterrorizando e devorando espíritos, fazendo com que eles ficassem enfraquecidos e incapazes de se comunicar com o mundo real de Guilenor. Presos neste estado para sempre, as vítimas da besta eram forçados à esta existência de agonia pela eternidade, enquanto ela se alimentava da força vital deles.

Maria e a Fera[editar | editar código-fonte]

Durante a missão Maria e a Fera ícone.png Maria e a Fera, Maria consegue a ajuda de um aventureiro para ajudar a prender a fera. Com a ajuda dele, de seu pai Erik Bonde, Jallek Lenkin e Meranek Thanatos, o grupo enfraquece a besta, contudo, ela acaba conseguindo roubar parte da alma do aventureiro, se fortalecendo e ficando furiosa.

Quando isso acontece, Erik acusa o aventureiro de estar ajudando a besta desde o princípio, e o manda embora.

O Fim da Fera[editar | editar código-fonte]

Após retornar para o mundo espiritual e encontrar Maria novamente, na missão O Fim da Fera ícone.png O Fim da Fera, a besta está causando destruição no plano espiritual, tentando cruzar a fronteira para o mundo real. Por causa disso, o aventureiro atrai e prende a besta em uma caverna próxima dali, e eventualmente a derrota. Contudo, como o plano espiritual é uma representação oposta do mundo real — de Guilenor —, quando a besta morre como espírito, ela reapareceu como a Fera Corpórea no plano físico.

Localização[editar | editar código-fonte]

A localização da caverna.

A Fera Corpórea pode ser encontrada no fundo de uma caverna no nível 33 da Terra Selvagem, não muito longe do Cemitério das Sombras.

Jogadores podem utilizar um Colar de jogos para serem teletransportados para a entrada da caverna (não é PvP), ou então utilizar o portal na Guilda do Máximo ou no Retiro da Guerra.

Combate[editar | editar código-fonte]

A Fera Corpórea ataca com golpes corpo a corpo e disparos mágicos extremamente precisos. A princípio, a luta não parece muito diferente da de outro monstro comum, porém ela possui algumas peculiaridades. Primeiro que todo e qualquer familiar que entrar na sala será absorvido — irá desaparecer — e no processo irá regenerar a vida da fera, segundo que ela receberá 50% a menos de dano de qualquer fonte senão lanças.

Durante o confronto, ela irá liberar seu Núcleo de energia negra, que irá ficar pulando na direção do(s) jogador(res) para roubar sua vida e transferir para a fera. Ainda, alguns ataques da fera podem drenar pontos de oração e níveis de magia.

Lápides não irão aparecer dentro da área. Itens perdidos ficarão visíveis para outros jogadores após 3:30 minutos e desaparecerão um minuto depois de terem se tornado visíveis.

Objetos largados[editar | editar código-fonte]

Talismãs[editar | editar código-fonte]

Sem talismãs Talismã dourado.png Talismã verde.png Talismã carmesim.png Talismã azul.png
3–4% 21–23% 11–13% 20–23% 40–43%
Porcentagens baseadas em 3775 mortes da Fera Corpórea.
São largados 13 de cada vez.

Objetos únicos[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Erro em Lua em Módulo:DropsLine na linha 950: bad argument #1 to 'lower' (string expected, got table).

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Histórico de atualizações[editar | editar código-fonte]

O projeto do histórico de atualizações é um trabalho em andamento. Para mais informações clique aqui.
correção 4 de maio de 2020 (Atualização):
  • Espiritos da pedra de adamantio foram substituídos por espíritos da pedra de necrita e phasmatita.
    correção 27 de janeiro de 2020 (Atualização):
  • A Rainha Kalphita e a Fera Corpórea agora possuem um cronômetro.
    correção 3 de maio de 2016 (Atualização desconhecida):
  • Jogadores do Modo Independente não podem mais entrar no encontro sem instância com a Fera Corpórea na primeira vez que tentam entrar na caverna.
    ninja 25 de abril de 2016 (Atualização):
  • Foi aumentada a taxa de ressurgimento de diversos NPCs, incluindo a Fera Corpórea.
    correção 16 de março de 2015 (Atualização desconhecida):
  • Agora é possível utilizar Arrancada dentro de uma instância da Fera Corpórea.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.
    correção 9 de agosto de 2011 (Atualização desconhecida):
  • O núcleo de energia negra agora aparece em cima dos jogadores.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.
    correção 28 de março de 2011 (Atualização desconhecida):
  • Um quadrado dentro da caverna da Fera Corpórea fazia com que os jogadores ficassem invisíveis.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.
    correção 1 de fevereiro de 2011 (Atualização desconhecida):
  • Não é mais possível forçar a aparição de múltiplos núcleos de energia negra durante a luta contra a Fera Corpórea.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.
    correção 6 de outubro de 2010 (Atualização desconhecida):
  • A descrição da Fera Corpórea no Diário de Aventuras foi atualizado.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.
    correção 27 de janeiro de 2009 (Atualização desconhecida):
  • O aviso ao entrar na caverna da Fera Corpórea agora pode ser desabilitado.
  • Pela perda da tradução oficial, este texto de atualização é uma tradução livre do original em inglês.


    Curiosidades[editar | editar código-fonte]

    • Logo após a atualização de 9 de junho de 2009, jogadores puderam solar a Fera Corpórea porque ela não revidava com ataques mágicos, apenas corpo a corpo. Ela ainda podia usar sua Pisada.
    • Com a atualização do Anel da fortuna em 11 de março de 2011, durante algumas horas a chance da Fera Corpórea largar algum selo ficou em quase 100%. O erro foi corrigido algumas horas depois e o mercado não foi gravemente impactado.
    • A Fera Corpórea tinha um ataque chamado Pisada. Caso um jogador andasse para debaixo dela, este receberia um poderoso ataque sem tipo que causaria mais de 4,500 de dano.
    • Antes da Evolução do Combate, ao cair na tabela dos selos, havia 1/8 de chance de obter um Selo divino ou Selo elísio, e 1/3 para o Selo arcano e Selo espectral. Isso foi alterado para 1/5 para o divino, elísio e arcano, e 2/5 para o espectral após o lançamento da EdC.
    1. 1,0 1,1 1,2 1,3 A chance de cair na tabela dos selos é 1 em 512; se um jogador cair na tabela, há 1/5 de chance de ser divino, 1/5 de ser elísio, 1/5 de ser arcano e 2/5 de ser espectral.