General Graardor

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
General GraardorMembros
General Graardor.png
Um general gigantesco.
Inglês General Graardor
Lançam. 28 de agosto de 2007
Combate
Nível Vida EXP Combate EXP Condição física
624 40,000 3204 1057.3
EXP Equip. (2M/MP & Armad./MS)
192 / 128 / 64
Agressivo Venenoso
Sim.svg Não.svg
Ofensivo
Ataque máximo
Ataque Combate à distância Magia Ataque Especial
3000 1676 0 0
Estilo Velocidade
Ataque ícone.png Combate à distância ícone.png
6 ticks (3,6s)
Níveis de Combate
Ataque Combate à distância Magia
75 75 1
Precisão
Ataque Combate à distância Magia
2178 1566 0
Defensivo
Armadura Nível de Defesa Fraqueza
1299 75 Fraqueza nenhuma ícone.png
Afinidades
Fraqueza nenhuma ícone.png Valor de afinidade do monstro contra ataques corpo-a-corpo Valor de afinidade do monstro contra ataques à distância Valor de afinidade do monstro contra ataques mágicos
0 50 10 50
Imunidades
Imunidade ao veneno Imunidade a dano de recuo Imunidade a atordoamento Imunidade a drenar estatísticas
Sim.svg Sim.svg Sim.svg Sim.svg
General Graardor cabeça.png

O General Graardor é o comandante do exército de Bandos na Masmorra da Guerra dos Deuses. Ele é o último sobrevivente conhecido da raça ourg, uma espécie de ogros que serviam no exército de Bandos, mas que ficou quase extinta devido a um longo número de guerras. Para entrar em seu acampamento é necessário nível 70 em Força Força, e para adentrar sua câmara, os jogadores devem primeiro derrotar 40 Bandosianos, a não ser que o Totem da Intimidação esteja ativado em Anacrônia.

Obter todos os objetos únicos largados pelo General Graardor liberará o título [Nome], Força dos Ourg.


História[editar | editar código-fonte]

Primórdios[editar | editar código-fonte]

Detalhes sobre a história do General Graardor são escassos. A raça dos ourg chegou a Guilenor a partir Yu'biusk durante a Terceira Era, juntamente com os demais seres que servem Bandos. Acredita-se, no entanto, que Graardor tenha nascido em algum tempo durante a Guerras dos Deuses.

De acordo com sua biografia escrita por um Bandosiano chamado Amanuensis, Graardor tinha apenas pouco mais de dois metros quando criança e, devido a este motivo não podia ir para as batalhas nas quais os adultos lutavam. Certo dia, Graardor criou coragem o suficiente para duelar o líder de sua tribo e, ao fim do combate, o matou. Isso o permitiu ir para a guerra, além de ter-lo tornado o novo líder de sua tribo. Eventualmente, Bandos solicitou que Graardor invadisse uma cidade próxima pelo ouro que havia lá, algo que para ele não era importante. Retornado para casa com sua pilhagem, Graardor percebeu que os goblins lutavam pelo mesmo; o ouro, então Graardor utilizou-o para comprar a lealdade de muitas tribos de goblins. Isso não durou para sempre, porém, pois os oponentes que eles enfrentavam ou eram pobres demais ou então corriam para fugir dos confrontos, e assim, Graardor começou a vender seus exércitos para outros jovens deuses. Graardor utilizava o ouro recebido das vendas para comprar ainda mais tribos de goblins, mesmo ele não gostando muito disso pois havia parado de escutar a voz de Bandos.

Graardor, durante o final da terceira era, era um dos soldados favoritos de Bandos. Como outros ourgs, seus talentos o conseguiram um posto de liderança no exército de Bandos. Suas táticas militares e gigantesca força física faziam dele o líder perfeito.

Campanha Guthixiana[editar | editar código-fonte]

A maioria das conquistas de Graardor na Guerra dos Deuses já foram a muito esquecidas. Como visto no jogo de estratégia Armies of Gielinor do FunOrb, Graardor participou nos esforços Bandosianos para repelir as forças Guthixianas no território que agora é a Terra Selvagem, durante a parte final da Terceira Era. Dito isso, porém, não é confirmado se certos elementos da participação de Graardor no jogo são canônicas ou não.

Graardor aparece nas fases "God Wars" e "End of An Age" como comandante das forças de Bandos e age como inimigo do jogador. Durante a fase "God Wars", que acontece na parte noroeste da Terra Selvagem, Graardor comanda as forças Bandosianas em um confronto que eventualmente se torna um combate livre e sem precedentes entre as forças de cinco deuses; Bandos, Saradomin, Armadyl, Zamorak e Guthix. Outros líderes de destaque que Graardor enfrentou foram Pazuzu, Wingman Skree e Irmão Constantius.

Graardor ainda faz uma aparição na fase final do jogo, "End of An Age". A fase representa uma das batalhas finais da Guerra dos Deuses, durante um confronto onde muitas forças se chocaram conta o exército Guthixiano. Graardor, Comandante Zilyana, Dag'eth e outros líderes da Terceira Era estavam presentes no acontecimento, e mesmo com Guthix saindo vitorioso no final, Graardor e diversos outros líderes conseguiram sair vivos para depois ressurgirem.

A Espada Divina[editar | editar código-fonte]

A tarefa final de Graardor nas forças de Bandos veio no final da Terceira Era quando uma aliança apressada foi formada entre Bandos, Saradomin e Armadyl para combaterem as forças de Zamorak no local agora conhecido como a Masmorra da Guerra dos Deuses. A batalha foi travada em nome de quem tomaria a Espada Divina par asi, uma arma extremamente poderosa criada pelos Icyene, cuja lenda dizia ser capaz de exterminar inclusive um deus.

De inicio a batalha era apenas entre Zamorak e a Aliança, porém Graardor viu uma oportunidade de mudar o curso dos eventos, O general Bandosiano foi o primeiro a quebrar a Aliança, atacando Kree'arra com um grupo de ogros, mesmo tendo terminado em fracasso. Graardor, contente com a traição, supervisionou a construção de uma base de operações rudimentar em um dos cantos da caverna, lugar este que viria a se chamar de "Fortaleza de Bandos. Ela serviu como acampamento tanto para Graardor quanto para suas forças enquanto não estavam em combate.

Durante a batalha, Graardor e seus soldados conseguiram um amuleto que trazia a marca de Bandos, enganados pelos Saradoministas para o fazerem. Os Bandosianos eventualmente descobriram o truque e avançaram para cima de Zilyana, então lutando contra seus soldados no mesmo nível.

O conflito perdurou até o mago Aeternam lançar uma poderosa magia congelante no local do conflito, prendendo os combatentes naquele local por mais de um milênio, e junto deles, Graardor e seu exército. Pouco depois deste acontecimento, o deus Guthix estabeleceu os Éditos de Guthix, impedindo o envolvimento direto de outras divindades nos acontecimentos de Guilenor. A partida dos deuses de Guilenor e o subsequente fim do conflito fez com que a masmorra ficasse esquecida por mais de 2,000 anos.

Em tempos recentes, durante a Quinta Era, investigações feitas tanto pelo explorador anão Nestor Peregrine como pelos Cavaleiros Templários de Asgárnia quase resultaram no redescobrimento da caverna (e também de Graardor). No ano de 169, movimentos tectônios na Terra Selvagem logo ao lado fez com que grande parte da caverna fosse descongelada, eventualmente levando ao libertamento de grande parte da população até então presa lá. Desinformados sobre o fim da Guerra dos Deuses, Graardor e o restante dos exércitos dos demais deuses recomeçaram os confrontos em nome da Espada Divina, ignorantes sobre o fato de que dezenas de séculos se passaram desde o fim do confronto original.

O Despertar do Mundo[editar | editar código-fonte]

Quando o arqueologista Orlando Smith descobriu o lugar de repouso de Guthix no 169º ano da Quinta Era, os líderes dos exércitos da Masmorra da Guerra dos Deuses logo foram investigar, na esperança de que poderiam assassinar Guthix. Graardor, não muito inteligente, não apareceu junto dos outros três generais (Kree'arra, K'ril Tsutsaroth e Comandante Zilyana). Porém, quando chegou, sendo o último, foi o primeiro a avançar e causar destruição, sendo interceptado por Thaerisk Cemphier, Chaeldar e o aventureiro.

Graardor desejava matar Guthix tanto para agradar seu deus Bandos como também para que pudesse participar em outra Guerra dos Deuses. Nisso, Graardor atacou o aventureiro enquanto suas forças atacaram Thaerisk Cemphier e Chaeldar. O general foi eventualmente derrotado, e sem outras opções, foi forçado a recuar.

Desaparecido, Morte Presumida[editar | editar código-fonte]

Após a morte de Guthix, Graardor acompanhou Bandos ao evento de ascensão à divindade do Mahjarrat Sliske. Assim como os demais generais que estavam acompanhando seus respectivos deuses, Graardor foi forçado a aguardar do lado de fora, pois não havia recebido um convite.

Após a missão, Graardor deixa a cidadela quando Sliske deixa o dragonkin Strisath livre.

A Grande Queda[editar | editar código-fonte]

Após ficar sabendo da morte de Bandos, Graardor e diversos outros Bandosianos tentaram lançar um ataque contra Zanik e os Dorgeshuun, alegando que eles eram os responsáveis pela morte do deus. Nisso, porém, o Guardião do Mundo aparece e consegue os atrasar, graças a sua falta de liderança, resultando em um Torneiro Kyzaj; este que Graardor havia vencido diversas vezes no passado. Neste torneiro Graardor enfrenta Hobnob na primeira rodada, ganhando e o matando facilmente. Na segunda rodada, Graardor enfrenta Bork e sai vitorioso, porém quando estava prestes a tirar sua vida, Zarador, o árbitro do torneiro, o para, não desejando ver outro ork sendo morto.

Com apenas os dois finalistas restando no torneiro, Zarador diz ao jogador que ele deve utilizar a Kyzaj, uma antiga e tradicional arma. O Guardião do Mundo rapidamente aprende a manuseala graças a Zanik e duela contra Graardor, que utiliza uma variedade de ataques para tentar sair vitorioso. Mesmo com seus esforços, Graardor perde e nisso Zarador joga Zanik contra o chão. Forçado a fazer uma escolha, o Guardião do Mundo deve então decidir o destino de Zanik. Caso ela seja poupada, Graardor irá se recusar a ser tenente dela. Caso ela seja morta, Graardor irá aplaudir a decisão. Seja como for, após os eventos, Graardor retorna para a Masmorra da Guerra dos Deuses, dizendo que agora o exército precisa dele mais do que nunca.

Combate[editar | editar código-fonte]

A sala onde se encontra Graardor.

Graardor ataca primariamente com Corpo a corpo, podendo causar bastante dano de uma única vez. Eventualmente, também, ele irá utilizar um ataque de Combate à distância que é capaz de acertar todos os jogadores na arena. Além disso, ele luta junto de seus três seguidores: Sargento Strongstack, que usa Corpo a corpo; Sargento Steelwill, que usa Magia, e o Sargento Grimspike, que usa Combate à distância.

Ao contrário da crença popular, o ataque multi-alvo de Combate à distância de Graardor não é um ataque mágico.





Objetos largados[editar | editar código-fonte]

100%[editar | editar código-fonte]

Objeto Quant. Raridade Preço do MG
Ossos de ourg (General Graardor).png Ossos de ourg (General Graardor) 1 1 Sempre Erro em Lua em Módulo:Mercado na linha 74: package,lua:80: module 'Módulo:Mercado/Ossos de ourg (General Graardor)' not found,

Talismãs[editar | editar código-fonte]

Sem talismãs Talismã dourado.png Talismã verde.png Talismã carmesim.png Talismã azul.png
41–44% 18–20% 13–15% 14–15% 9–11%
Porcentagens baseadas em 5000 mortes de General Graardor.
São largados 1 de cada vez.

Objetos únicos[editar | editar código-fonte]

Objeto Quant. Raridade Preço do MG
Elmo de Bandos Elmo de Bandos 1 4 Raro 194 932
Couraça de Bandos Couraça de Bandos 1 4 Raro 2 463 888
Escarcelas de Bandos Escarcelas de Bandos 1 4 Raro 1 128 906
Luvas de Bandos Luvas de Bandos 1 4 Raro 253 760
Botas de Bandos Botas de Bandos 1 4 Raro 200 287
Cabo de espada de Bandos Cabo de espada de Bandos 1 4 Raro 296 447
Escudo de guerra de Bandos.png Escudo de guerra de Bandos 1 4 Raro Criar página
Dente podre.png Dente podre 1 5 Muito raro N/D
1x1-pixel.png Pedra espiritual de Bandos 1 3 Incomum N/D

Armas & Armaduras[editar | editar código-fonte]

Objeto Quant. Raridade Preço do MG
Lascas de espada divina 1 Lascas de espada divina 1 1 4 Raro 148 654
Lascas de espada divina 2 Lascas de espada divina 2 1 4 Raro 147 815
Lascas de espada divina 3 Lascas de espada divina 3 1 4 Raro 148 784
Elmo de guerreiro de Bandos.png Elmo de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D
Capa de guerreiro de Bandos.png Capa de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D
Couraça de guerreiro de Bandos.png Couraça de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D
Grevas de guerreiro de Bandos.png Grevas de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D
Manoplas de guerreiro de Bandos.png Manoplas de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D
Botas de guerreiro de Bandos.png Botas de guerreiro de Bandos 1 6 Aleatório N/D

Outros[editar | editar código-fonte]

Objeto Quant. Raridade Preço do MG
Moedas 10000.png Moeda 19 501–21 000 3 Incomum N/D
Semente de dragoerva Semente de dragoerva 1 2 Comum 227
Dragoerva suja Dragoerva suja 3 (notas) 3 Incomum 3 276
Lenha mágica Lenha mágica 15–20 (notas) 3 Incomum 6 150–8 200
1x1-pixel.png Super restauradora (4) 3 3 Incomum Criar página
Dragoerva suja Dragoerva suja 3 (notas) 3 Incomum 3 276
Runita em placa enorme reaproveitável Runita em placa enorme reaproveitável 1 2 Comum 39 242
1x1-pixel.png Runita afiada média reaproveitável 1 2 Comum Criar página
1x1-pixel.png Runita pontuda média reaproveitável 1 3 Incomum Criar página
1x1-pixel.png Runita afiada grande reaproveitável 1 3 Incomum Criar página
1x1-pixel.png Espírito da pedra de adamantito 15–20 2 Comum Criar página
Espírito da pedra de carvão.png Espírito da pedra de carvão 15–20 2 Comum Criar página
Espírito da pedra de runita.png Espírito da pedra de runita 2 3 Incomum Criar página
Antiga efígie faminta.png Antiga efígie faminta 1 4 Raro N/D
1x1-pixel.png Pergaminho lacrado (difícil) 1 4 Raro N/D
1x1-pixel.png Pergaminho lacrado (elite) 1 4 Raro N/D
Safira espiritual.png Safira espiritual 1 5 Muito raro N/D
Esmeralda espiritual.png Esmeralda espiritual 1 5 Muito raro N/D

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Um General Graardor de pelúcia, encontrado durante o Evento de Páscoa de 2010.