Missão de Azzanadra

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Livro de recompensa detalhe.png
Este artigo possui um guia rápido encontrado aqui.
Lá você encontra um sumário rápido dos passos necessários para conclusão.
Missão de Azzanadra (#230)
Missão de Azzanadra
Inglês Azzanadra's Quest
Membros P2P ícone.png Sim
Lançamento 22 de fevereiro de 2021 (notícia)
Dificuldade Experiente Experiente
Duração Longa
Dublada Parcialmente
Era Sexta Era
Desenvolvedor(es)
Principais Mod Jack, Mod Raven, Mod Shrew, Mod Ramen


Guerra das Deusas Anciãs: Missão de Azzanadra é uma missão envolvendo as Deusas Anciãs Jas, Ful, Bik e Wen.

A missão segue o Mahjarrat Azzanadra na primeira atualização do ano sobre as Deusas Anciãs e Trindine, introduzida durante a minimissão A Caixa-forte das Sombras, que anteriormente teve seus requisitos diminuídos de 107 de Arqueologia ícone.png Arqueologia para nível 58 e 60 de Divinação ícone.png Divinação.

Outros personagens estão envolvidos, como Ariane e Sir Owen. Não existem requisitos de missão, mas completar Medidas Extremas ícone.png Medidas Extremas ajuda a compreender melhor os acontecimentos. O objeto Observação em branco, lançado como recompensa pós-missão de Coração de Pedra ícone.png Coração de Pedra é útil durante esta missão. A missão é vista como possível requisito para missões futuras na série, mas não como requisito para as atualizações de treinamento e combate envolvendo as Deusas Anciãs.

Descrição Oficial[editar | editar código-fonte]

Vivemos em uma época perigosa. A tensão entre os cidadãos de Guilenor e as Deusas Anciãs aumentou, o conselho de Seren falhou em traçar um plano eficaz, e os problemas já apontam no horizonte.

Para piorar, Ariane teve uma visão: uma visão de destruição e devastação, pior do que tudo o que Guilenor já enfrentou antes.

A Guerra das Deusas Anciãs está chegando.

Azzanadra está decepcionado. Mas a esperança ainda não o abandonou: ele tem um plano para encontrar o Salão dos Anciãos e os preciosos ovos que lá estão, porém ele precisa da sua ajuda.

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Passo a Passo[editar | editar código-fonte]

Azzanadra (Filhos de Mah) cabeça.png

Vá até o Castelo de Burthorpe e suba as escadas. Diga que está lá pela missão de Azzanadra.  Ele diz que ele, Armadyl e Itchlarin estão preocupados com o nível de influencia de Seren no conselho e te oferece a missão. Aceite. (Chat )

Seren e seu conselho fiel.

Seren diz que está preocupada com as Deusas Anciãs e sua ameaça e todos os membros do conselho seguem leais a ela e em busca de liderança. Ela sugere que retornem com o plano de criar um Jardim para apaziguar suas tias (as deusas). Um corte de cenas é exibido onde Azzanadra diz que não é mais possível confiar no Conselho de Seren por conta de sua aura influenciadora, e que vocês devem focar nos Ovos das deusas ao invés de se preocupar com as antigas, e impedi-los de nascer.

Armadyl se recusa a ir contra a vontade de Seren, pois eles têm um acordo. Ele aceita trabalhar para o melhor e fica com o conselho. Itchlarin, também não aceita trabalhar com um traidor, e continua do lado do Conselho. Azzanadra então pede para você encontrá-lo em Kharid-et, onde vocês podem ficar à sós.

Assim que chegar, vá para a Mesa de guerra do Praetorium, onde Azzanadra estará com Trindine te esperando. Ele te diz que possivelmente só existem três ovos das Deusas Anciãs em Guilenor, sendo de Wen, Bik e Ful, já que Mah nunca chegou ao planeta e Jas sacrificou o dela para criar a Pedra de Jas. Ele te pede para encontrá-lo no Portal dos Mundos.

Chegando aos Salões[editar | editar código-fonte]

Objetos recomendados: Comida para sobreviver em Freneskae
O inóspito planeta de Freneskae.

Fale com Azzanadra perto do Portal dos Mundos. Você pode chegar lá rapidamente usando um Circuito da Sexta Era. Ele diz para vocês atravessarem Freneskae para voltar até o Salão dos Anciãos. Entre no portal, lembre-se de trazer comida, pois Freneskae pode ser perigosa. Fale com Azzanadra na entrada e depois siga para leste, pulando nas Bordas.

Vá seguindo para leste, cuidando ao pisar nos gêiseres, que podem causar 400 de dano se você pisar em cima. Suba a encosta e siga para leste até encontrar uma Encosta. Desça e fale com Azzanadra mais a frente. Ao encontrá-lo você pode fazer algumas perguntas, ou continuar a caminhada.

Siga em frente e passe pelo Caminho de pedras, suba outra Encosta a oeste e siga para nordeste. Corra pelo Arco de pedra ao norte e fale novamente com Azzanadra. Depois de falar com ele, desça pela Encosta a nordeste da plataforma e siga para sudoeste até chegar em uma Encosta que dá para escorregar. Passe pela lava Nota: Cuidado, elas podem dar 500 de dano se você passar enquanto os jatos de lava estiverem ativos. e fique embaixo do arco (onde tem uma luz roxa) para recuperar seus pontos vitais, se necessário. Dê a volta por cima do arco usando a Encosta e depois a Formação rochosa e fale novamente com Azzanadra.

Siga para leste passando novamente pela Lava e desça pelo Declive. Passe por mais alguns gêiseres, passe pela Ponte de pedra e fale com Azzanadra na entrada do Salão dos Anciãos. Entre na Abertura.

Dentro dos Salões[editar | editar código-fonte]

Ariane cabeça.png

Ao entrar, Azzanadra percebe que há mais alguém lá dentro com vocês, é Ariane, que nota sua chegada. Ela se assusta com a presença de um Mahjarrat e você apresenta os dois. Ariane está lá porque desde que sua amiga Xênia morreu ela começou a ter visões sobre o mundo estar ameaçado. Ela diz que não está contente com o Conselho de Seren não querer fazer nada sobre, então está procurando respostas sozinha.

Ariane identificou cinco ovos de Deusas Anciãs dentro dos Salões, e você explica porque acha que só existem três. Vá até o fim de cada um dos túneis do Salão dos Anciãos e examine os ovos.

Fale com Azzanadra depois de examinar os cinco ovos. Após chegar à conclusão de que os ovos sozinhos não darão muitas respostas, ele te pede para coletar as memórias das Deusas para saber melhor o que pode ter acontecido usando a Observação em branco obtida em Coração de Pedra ícone.png Coração de Pedra. Colete 50 de cada memória nos fogos fátuos que estão nos corredores para carregar a observação em branco.

Junte as memórias com a Observação em branco para criar uma Observação carregada e mostre para Azzanadra. Ele tenta ler as memórias, sem sucesso, e Ariane pede para vê-las. Ela diz que o que vê é igual o que a trouxe até o salão e um corte de cenas é exibido, mostrando como Freneskae foi destruída pelo nascimento das Deusas Anciãs.

Azzanadra diz que a solução é impedir que as Deusas toquem seus ovos e eles rachem, e vocês precisam primeiramente localizar os ovos em Guilenor. Ele sugere falar com Trindine em Faladore, onde a coroa de Saradomin, um poderoso Artefato Ancião, pode ajudar a localizar os ovos.

Depois que eles teleportam, a Voz das Sombras e da Luz irão falar com você, este diálogo não está relacionado com a missão e pode ser ignorado.

Recuperando a coroa[editar | editar código-fonte]

Objetos necessários: Sino do exterminador, Faca.
O Castelo dos Cavaleiros Brancos de Faladore.

Vá para Faladore e encontre Sir Upticious, que é Trindine disfarçada de Cavaleira Branca. Suba as escadas ao leste e depois as que ficam na sacada (oeste da que você acabou de subir) para chegar até a sala do trono. (Chat 2)

Sir Owen (corrompido) cabeça.png

Ao chegar, fale com Padre Frith dentro da sala do trono. Peça para falar com Saradomin, e ele diz que não é tão simples invocá-lo. Ele então sugere falar com um Cavaleiro do Templo visitante que está no pátio do castelo. Desça as escadas e fale com Sir Owen na sala ao lado. Você conta a ele que precisa de uma audiência com Saradomin para impedir o fim do mundo.

Suba de volta as escadas e encontre Sir Owen e Padre Frith na Sala do Trono. O padre se recusa a mostrar como invocar Saradomin e sugere falar com Sir Amik Varze para tomar esta decisão. Volte ao pátio e suba duas vezes as escadas na torre Oeste para encontrar Sir Owen ao lado de Sir Amik Varze e Sir Upticious. Fale com eles. Escolha Mentir ou não e ele diz para falar com Padomenes, no pátio.

Padomenes cabeça.png

Desça as escadas e encontre-o no Pátio do Castelo. Ele diz que não irá examinar os recrutas porque eles mal conseguem lutar com as armas que tem. Sugira a ele arranjar equipamentos melhores e ele diz que Sir Vyvin se recusa a fazer isto. Fale com ele na sala ao lado da sala do Trono (onde estava o padre) no segundo andar do castelo. Pergunte sobre a Missão de Azzanadra. Ele também se recusa a fazer algo sem toda a papelada e Sir Owen pede para você encontrá-lo na sala de comando.

Vá até o térreo e encontre Sir Owen na sala onde você o encontrou pela primeira vez, perto da escada. Vasculhe o armário do lado de vocês e procure por documentos do ritual. Você não encontrada nada, e Sir Owen diz que Sir Vyvin recentemente instalou um cofre no andar de cima. Suba as escadas uma vez e vá até o cofre na sacada. Tente abrir o cofre e vocês encontram os planos para o ritual de evocação de Saradomin dentro.

O ritual diz o seguinte:

O seguinte texto é transcrito de Transcrição:Ritual de evocação de Saradomin.
Rito do Retorno

Em sua eterna sabedoria, o grande Saradomin forneceu estas instruções caso ele precise retornar a Guilenor.

Primeiramente, é preciso remover quaisquer objetos inesperados do trono de Saradomin e espalhar incensos ungidos, pois essa será a luz que o guiará.

Em segundo lugar, é preciso preparar um sino silencioso abençoado. Para fazer isso, é preciso remover o badalo de um sino do exterminador padrão e abençoá-lo no poço do templo em Paterdomus.

Finalmente, é preciso tocar o sino três vezes de pé no trono, chamando o nome da santidade superior.

Siga esses passos que Saradomin escutará.

Sir Owen vai cuidar dos incensos e de limpar o Trono de Saradomin, e você precisa conseguir o Sino. Para isto, pegue um Sino do exterminador e uma faca (não pode ser a do porta-ferramentas) e clique com o botão direito no sino para remover o badalo dele. Depois, vá até o Paterdomus (você pode utilizar uma caixa-convite para fácil acesso) e desça até o Mausoléu (a entrada fica a norte do templo). Passe pelo portão e use o Sino silencioso no poço no meio da masmorra.

Saradomin retorna.

Depois de conseguir o Sino silencioso (abençoado), volte para Faladore e vá até o Trono de Saradomin, no segundo andar do Castelo. Clique no sino para tocá-lo três vezes enquanto chama pelo nome de Saradomin. Ao tocar pela terceira vez, Saradomin é invocado sobre seu trono. Escolha as seguintes opções de bate-papo para prosseguir:

  • [3] O mundo está em perigo.
  • [1] Estamos preocupados com Seren.
  • [2] Precisamos encontrar os ovos.
  • [1] Precisamos da sua coroa.

Saradomin então diz que já tentou usar sua Coroa para localizar os ovos, sem sucesso, então ele permanecerá com ela. Sir Owen então se junta à missão. Volte para Kharid-et e encontre a equipe na Mesa de guerra do Praetorium.

Um novo plano[editar | editar código-fonte]

A equipe se reúne em volta da mesa de guerra.

Ao falar com Azzanadra em Kharid-et, ele passa os próximos passos da missão. Azzanadra diz que a Coroa não era a única opção, e agora vocês precisam investigar as ligações diretas com as Deusas Anciãs, conhecidas como Kra. Você então deve levar Trindine para investigar os TokHaares, Guthix e os magos saradoministas. Sir Owen fica encarregado de desobrir se Sir Vey Lance sabe alguma coisa sobre as Deusas Anciãs.

Salão de Memórias[editar | editar código-fonte]

Trindine aguardando pelo Guardião do Mundo no Memorial a Guthix.
O Arquivista cabeça.png

Vá até o Memorial a Guthix (você pode se teleportar pra lá usando um filamento de memória ou pelo anel de fadas akq e indo para sudoeste) e fale com Trindine, que estará esperando. Fale com ela e entre na piscina para chegar ao Salão de Memórias.

Você encontrará O Arquivista, selecione quaisquer opções durante os diálogos. Você pede a ele as informações sobre Guthix e as Deusas Anciãs, mas sua memória foi apagada e está agora incompleta. Trindine não quer encostar nos fragmentos de memória, então colete as 6 memórias do Arquivista espalhadas pelo Salão.

Depois de coletar todas, fale com O Arquivista, que começará a carregar suas memórias de volta. Passe por todas as opções de diálogo com Trindine até que O Arquivista termine seu upload. Ao terminar, você pergunta sobre as Deusas Anciãs e ele diz que não tem nada sobre elas, então você se identifica como Guardião do Mundo, e um erro faz com que memórias que só você pode ver se espalhem pela sala. Colete todas as 6 e coloque-as nos pedestais a Noroeste e Nordeste do salão.

Guthix (Memorial a Guthix) cabeça.png

Vasculhe o broto de memória no centro da sala para encontrar um Engrama restrito. Depois, saia pela piscina e use o engrama na fonte de energia. Um diálogo de Guthix será exibido, onde ele menciona seus éditos e como um dia eles irão ser quebrados, então ele precisa de um protetor com uma alma forte o suficiente para isto. Ele diz que extrai anima do Coração de Guilenor e então usa O Códex para extrair sua gêmea sombria. Usando sua espada, ele cria uma força poderosa que repele as ameaças do mundo. Ele então diz que poderia colocar toda essa força dentro de uma alma mortal, livre das influências de Seren e Zaros.

Guthix diz que o Mahjarrat Sliske possui as habilidades em magia sombria necessárias para ensinar a alma mortal e deixá-la pronta para absorver tanto Anima sombria quanto normal, e ele precisaria de uma forma de fazer com que Sliske perseguisse essa alma para ensiná-la. Ele então diz que a única forma de mudar Sliske para tal feito, seria usando o Cajado de Armadyl, dando o poder necessário para ele e acabando com sua vida no processo. Ele tentou utilizar Aeternam para ser sua guardiã, o que não deu certo pois sua alma era fraca demais. Um herói dos humanos deve ser preparado para isto, e depois que receber o encantamento, quanto mais experiência e aventuras ele viver, mais forte será o encantamento. Este herói então seria conhecido como Guardião do Mundo, e seria atraído para as lutas para proteger o mundo.

Torre dos Magos[editar | editar código-fonte]

A Torre dos Magos.

Vá até a Torre dos Magos, sul da Vila Draynor. Você encontrará Trindine disfarçada de Maga Trinsada na entrada da Torre. Fale com ela. Maga Valina interrompe vocês dois antes de entrarem na Torre, e você explica que conhece e confia em sua amiga.

Vasculhe as 4 estantes giratórias do lado Oeste do andar térreo. Você não encontra nada, então fale com a Maga Trinsada no lado leste para ver se ela descobriu alguma coisa. Ela também não sabe de nada, então só resta procurar pistas na cidade TzHaar.

Cidade TzHaar[editar | editar código-fonte]

TzHaar-Ga'al-Kot cabeça.png
A cidade dos TzHaares.

Vá para Karamja e siga para o Vulcão. Trindine estará te esperando próximo à entrada da Cidade TzHaar. Fale com ela e depois entre na cidade. Trindine estará ao lado de TzHaar-Ga'al-Kot, um Ga'al que você conheceu anteriormente e que nasceu deformado, como Mah. Trindine percebe que o Ga'al consegue detectar magia das Sombras. Diga ao Ga'al que Trindine é sua amiga e que você confia nela.

TzHaar-Ga'al-Kot segue para a praça principal, norte da entrada. Vá atrás dele para encontrar TokHaar-Hok reunido com Trindine e o Ga'al. Ele diz suas mestres retornaram, e que eles devem voltar a servi-las. Ele diz que quase todos os Haar-Tok e os TokKul já foram entregues ao forno, e somente restam os que não vão se juntar a eles. Ele está discutindo com TzHaar-Mej-Jeh, TzHaar-Ket-Keh e TzHaar-Xil-Kog sobre formar a Unidade, abrindo mão de suas individualidades para servir como um só. Eles não querem isto, e perguntam se Ful retornou mesmo, e TzHaar-Xil-Kog aceita retornar para a lava com TokHaar-Hok.

Depois do diálogo, Trindine vai para biblioteca e o Ga'al a acompanha. Fale com TokHaar-Hok, que fala novamente sobre a Unidade e sobre servir as anciãs. Então ele revela ser TokHaar: a Lava Sagrada, o Forno. Eles também revelam que os TokHaares criaram o Salão dos Anciãos e eles não irão revelar a localização do Salão.

Vá para a Biblioteca (noroeste da praça) e encontre Trindine e o Ga'al. Fale o que descobriu para Trindine, que descobriu sobre o uso de Orbes de memórias dos TokHaares.

Depois de seguir as três pistas, vocês não encontram nada sobre a localização dos Ovos. Retorne para Kharid-et e fale com Azzanadra novamente.

Salões Anciões de Guilenor[editar | editar código-fonte]

Azzanadra e Ariane na entrada do Coração de Guilenor.

Ao chegar na Mesa de guerra do praetorium, Ariane está deitada no chão. Azzanadra diz que os Kra não quiseram revelar informações sobre os Ovos, então eles bolaram uma alternativa: eles destruíram os quatro e transformaram-nos em uma solução gasosa, que Ariane inalou. Você então passa o relatório da missão para ele, informando que não encontraram nada sobre a localização do Salão dos Anciãos.

Ariane então desperta, falando que sabe onde estão os ovos: no Coração de Guilenor. Trindine é enviada para encontrar Sir Owen e vocês devem seguir para o Coração. Vá até lá (você pode usar um Teleporte ao Coração ou um Amuleto do Deserto 3 ou 4 para Nardah e depois indo para sudeste) e fale com os dois na entrada.

Azzanadra te alerta para ter cuidado e Ariane diz que a localização dos ovos é perto da entrada. Entre no Coração e selecione "Sim" para entrar na instância da missão. Ao chegar, vocês são confrontados por Helwyr e vários elfos de Cywir. Ele impede Azzanadra e vocês de entrarem no Coração, alegando que Seren os designou para proteger a região.

Ariane e Azzanadra dentro do Salão dos Anciões de Guilenor.

As vozes da Luz e da Sombra, manifestações de Sliske, sentem a presença de Gregorovic, que se junta à vocês e provova Helwyr, abrindo espaço para vocês passarem. Ariane então usa uma runa de lava para abrir caminho para o Salão dos Anciões de Guilenor.

Ao chegar, fale com Ariane, que diz que os ovos estão mesmo lá. Examine cada um dos três ovos no final dos corredores, como anteriormente.

Após verificar os três ovos, Azzanadra e Ariane percebem que os ovos estão seguros e não vão rachar ainda, mas que qualquer perturbação na anima — como a morte de um deus ou a destruição de um artefato divino — dentro da câmara poderia fazê-los rachar. As vozes dentro da sua cabeça acham estranho o fato de que Trindine só participou da missão para ser figurante e que não descobriu nada de útil, e sugerem que você confira o que ela está fazendo e pergunte a ela sobre a missão.

Os planos de Trindine e Azzanadra[editar | editar código-fonte]

Volte para Kharid-et e clique na entrada e depois em "Sim" para continuar a missão. Siga para a mesa de guerra, onde não haverá mais ninguém. As vozes então sugerem que você extraia as memórias de Trindine, mas que elas estão no Reino das Sombras. Para chegar até lá, carregue uma das Torres pela fortaleza para receber um choque de energia. Agora você deve ativar as âncoras de sombras ficando perto delas. Este mapa mostra onde encontrá-las. Se aproxime de quatro para ter acesso ao Reino das Sombras.

Vários Fogos-fátuos de Trindine irão aparecer na sala. Colete 50 Memórias de Trindine deles e use-as na Observação em branco. A memória diz que Trindine está tramando um golpe há mais de 5 mil anos e só precisa da senha dele para que ele reconheça sua autoridade. Agora você deve retornar aos locais que você investigou anteriormente para saber o que Trindine estava tramando.

Fale com a Maga Valina na entrada da Torre dos Magos. Trindine roubou um livro da biblioteca chamado "A Heresia Cartaliana", que conta a história de Saradomin durante a Terceira Era e como ele utilizou a Coroa Anciã para ascender e virar um deus, mas perdeu sua Coroa durante a Terceira Era na antiga província de Cartalia.

Volte à Cidade TzHaar e fale com o Ga'al na praça. Ele diz que Trindine queria saber sobre o Forno e o Catalisador, e outros artefatos anciãos. Ela estava especificamente interessada no Detector, como usá-lo e como manuseá-lo. O Detector (a Coroa de Saradomin) é uma ferramenta das deusas utilizado para localizar os outros artefatos.

Vá para o Salão de Memórias e entre na piscina novamente. Escolha continuar a missão e fale com O Arquivista perto da entrada. Trindine acessou a memória chamada de "A Coroa Anciã" e depois a apagou, sem deixar rastros.

Volte para o Coração de Guilenor (entre pela entrada) e escolha continuar a missão. Fale com Ariane dentro do Salão dos Anciãos de Guilenor e conte a ela sobre os planos de Trindine e mostre a ela as memórias da Mahjarrat. Um corte de cenas é exibido onde Trindine (disfaçada de Sir Upticious) e Sir Owen estão em uma sala atrás de Sir Vey Lance, líder dos Cavaleiros do Templo. Trindine revela sua verdadeira forma e saúda Sir Vey Lance dizendo Omnes una manet nox, Grande Mestre Veilinius, que significa, em Latim, Uma noite espera, Grande Mestre Veilinius. Sir Vey Lance a reconhece como pretora e ele estava a esperando há 5 mil anos.

A verdadeira forma de Veilinius
Veilinius cabeça.png

Ele se revela sendo Veilinius, um demônio chtoniano zarosiano. Ele estava aguardando por ordens. Enquanto isto, criou uma organização secreta que se infiltrou em todos os cantos de Guilenor, até ajudou na queda de Zamorak, o traidor de Zaros. Ele, na verdade, sempre esteve mexendo os pauzinhos atrás de todos os acontecimentos envolvendo os humanos. Ele conta que, há 5 mil anos, quando tudo começou a dar errado: o Pontifex Maximus desaparecido, a perca de Senntisten para Zamorak e outros acontecimentos levaram Duque Sucellus a desenvolver um plano: roubar a coroa de Saradomin criando uma Ordem de Cavaleiros em seu nome.

A confiança de Saradomin é conquistada ao derrotarem o Anjo da Morte, a general Zarosiana, em batalha. Mas apesar dos esforços, acabaram tirando Sucellus do caminho e Veilinius ficou à mercê de mais ordens. Como não recebia nada, ele segue as ordens de Saradomin para ajudá-lo a dominiar o continente inteiro, sendo bem-sucedido.

Sir Owen diz que irá desmascarar Sir Vey Lance — ou Veilinius — e Trindine tenta convencê-lo a se juntar à causa, alegando que Saradomin não é verdadeiramente um deus, mas sim um humano com um artefato poderoso. Trindine e Veilinius então não conseguem convencer Sir Owen a servir a causa Zarosiana, então Trindine nocauteia o cavaleiro. Trindine diz para Veilinius que o plano agora segue duas ordems: roubar a coroa de Saradomin e fazer com que os cavaleiros sirvam Zaros.

Veilinius diz que a melhor forma de revelar o verdadeiro mestre é recuperar um artefato conhecido como Chifre Glacial, que o Guardião do Mundo já obteve anteriormente.

Saradomin cabeça.png

Depois do corte de cenas, volte para Faladore e fale com Ariane na ponte do Castelo dos Cavaleiros Brancos. Outro corte de cenas se iniciará, com Saradomin sendo recebido pelos Cavaleiros Brancos no pátio do Castelo. Saradomin diz que há muito tempo uma cerimônia importante não é realizada: o Acordo dos Optimatoi. Em homenagem aos cavaleiros, Saradomin decide dar a bênção dos Optimatoi aos presentes, comemorando a vitória em converter o Grande Mestre Veilinius para a causa saradominista. Para realizar o ritual, Saradomin baixa sua coroa para que todos possam por suas mãos nela. Azzanadra então aparece, revelando que também estava disfarçado, e rouba a coroa, mas Saradomin rapidamente a teleporta de volta para sua cabeça. Zaros então intervém e exige a coroa de Saradomin, que nega. Zaros então toma a coroa de Saradomin e teleporta ele e seus fiéis de lá.

Retorne para Kharid-et mais uma vez e vá até a Mesa de guerra. Zaros irá começar a planejar um ataque ao Monólito misterioso, algo que fará ele entrar em conflito com Seren quando ele se teleporta para uma última medida. Azzanadra irá se desculpar pela decelpção, já que suas lealdades são muito variáveis para os planos de Zaros. Mesmo que ele aprecie sua ajuda e sua companhia, ele te diz para não ficar com ressentimentos na próxima vez que se encontrarem, já que será como inimigos, para sua surpresa quando ele vai embora. Trindine então te diz que ela devolveu o livro da Torre dos Magos e esqueceu sobre Sir Owen quando ela teleporta para longe também.

Fale com Ariane, que diz que apesar de agradecer seus esforços, prefere viver por ela mesma. Ela te aconselha a evitar visitar os Salões Anciãos de Guilenor para evitar atenção não desejada.

Parabéns, missão completa!

Recompensas[editar | editar código-fonte]

Missão de Azzanadra recompensas.png
Músicas desbloqueadas

Necessária para completar[editar | editar código-fonte]

Missão de Azzanadra é necessária diretamente para as seguintes missões/minimissões:

Histórico de Atualizações[editar | editar código-fonte]

O projeto do histórico de atualizações é um trabalho em andamento. Para mais informações clique aqui.
correção 1 de março de 2021 (Atualização):
  • Os NPCs não atravessam mais pedaços do ambiente durante uma sequência de cenas na Missão de Azzanadra.
  • Foi corrigido um erro que podia ocorrer ao adicionar memórias à Observação em branco durante a Missão de Azzanadra.
  • Agora é possível acessar a mesa de guerra do praetorium no Sítio de Escavação de Kharid-Et.
  • Azzanadra não aparece mais no Portal dos Mundos após o fim da Missão de Azzanadra.
    Atualização 22 de fevereiro de 2021 (Atualização):
  • Adicionado ao jogo