Transcrição:Notas de Necrovarus

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Observações sobre a Oração

Ah, como são ingênuos os habitantes deste mundo! A maioria deles parece acreditar que quando eles rezam para seu deus ou deusa, a divindade olha para eles e dá a sua bênção... haha! Essa ideia me faz rir. Sim, claro, Saradomin fica lá sentado esperando as pessoas enterrarem ossos para que ele possa mostrar sua gratidão. Que lógica mais peculiar!

Mal sabem os vivos que o poder vem dos mortos. Quando enterram os ossos, eles entram em comunhão com os espíritos, usando a sua força para lhes dar um enterro digno. Esse poder pode ser usado pelos mais habilidosos para ganhar dádivas ou, inversamente, criar maldições, que são frequentemente ensinadas dentro de uma escola de pensamento representada por um deus. Talvez seja daí que venham as crenças dos seguidores? De qualquer forma, não alego ter nenhum interesse nas ideias de mentes inferiores.

Naturalmente, um enterro melhor garante uma maior estima dos espíritos, então os altares e o ectofuntus são métodos mais eficazes de treinar Oração.

O Ectofuntus

Dadas as minhas observações anteriores, finalmente descobri o lugar perfeito para um novo ectofuntus. Vou construí-lo nas margens do rio Noumenon! O processo de misturar farelo de osso com ectoplasma é utilizado para estabelecer uma ligação entre os reinos dos vivos e dos mortos, então que local seria melhor para fazer isso do que na fronteira entre esses dois reinos? Há também um suprimento constante de ectoplasma devido a todas as atividades fantasmagóricas. Sim, o processo será mais eficaz aqui.

O segredo, porém, é o próprio ectofuntus. A estrutura atrai os espíritos para ela, criando um poço de almas onde podem ser misturados os ingredientes mencionados. Rezar no poço permite que se forme uma conexão com os mortos, assim como acontece numa sessão espírita. Esse é o método mais eficaz que encontrei para utilizar seu poder. Obs.: Estou ciente de que algumas poucas pessoas estão começando a descobrir o poder dos mortos. Está claro que Amascut já o descobriu, consumindo almas o suficiente para receber o título de "A Devoradora". Mas também ouvi boatos sobre outra pessoa - alguém que, temo eu, tem objetivos muito mais ambiciosos...