Transcrição:Seguidores de Nex

De RuneScape Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Pouco depois de Zamorak se tornar um deus, uma cruzada mudou radicalmente a história de Guilenor. Era uma cruzada para livrar o mundo de tudo e todos relacionados a Zaros. Em consequência dela, livros e construções foram queimados, assim como aqueles que tinham vínculos com Zaros e que se recusaram a se ajoelhar aos pés de Zamorak.

Nex estava no auge de seu poder nessa época, e foi necessário o poder de quatro deuses para aprisioná-la e guardar sua prisão. Os deuses não conseguiram matá-la nem apagar suas memórias de Zaros, então elas estão enterradas e escondidas no cofre.

Nex era provavelmente a mais poderosa dentre so generais de Zaros. Sua força estava na prioridade que ela dava à reflexão e ao planejamento. Isso lhe permitia tomar decisões esclarecidas sobre seus guerreiros de elite; enquanto outros generais escolhiam a força bruta de demônios ou mortos-vivos, Nex escolhia humanos. Embora frágeis de corpo, eles eram muitos em número e tinham a capacidade de pensar rapidamente.

Enquanto refletia em solitude, pensava com frequência nos mais leais de seus servidores humanos. Três haviam subido rapidamente em suas tropas de elite.

Torva veio de origens humildes, de um pequeno vilarejo. Sozinho, ele conseguiu afastar um bando de demônios estripadores, enquanto sua familia e seus vizinhos jaziam mortos à sua volta. Mesmo quando Hazeel, o Mahjarrat, ficou impaciente e decidiu completar o serviço ele mesmo, Torva não demonstrou medo. Nex escolheu proteger Torva e então treinar o humano em Combate Corpo a Corpo.

Pernix era um mistério, até para Nex. A primeira vez que se encontraram foi nos degraus da fortaleza submersa de Viggora, onde Pernix a desafiou abertamente para uma batalha. Ele esperava salvar seu vilarejo se a derrotasse em combate. Pernix moveu-se com agilidade, pulando de um parapeito para outro, atirando com seu arco antes de se mover. Pela primeira vez em sua vida, Nex precisou correr para alcançar um alvo. Uma ameia solta fez com que Pernix tropeçasse, dando a Nex a oportunidade de atacar, mas ele se desviou de seu golpe - mais uma vez, algo que raramente acontecia com Nex. Admirada, Nex se ofereceu para ser sua mentora. Embora Pernix falasse pouco, ele tinha um olho para presas e com frequência voltava para o acampamento com uma enorme criatura.

Desde muito novo, Virtus tinha talento para magia e aprendeu sozinho a extrair de uma fenda mágica nos pântanos de Lumbridge. O volume de magia que ele tirou da área foi imenso, pois fora extraído, sem que ele soubesse, de um mundo ligado a Guilenor. A transferência de magia atraiu a atenção de Zaros, e Nex foi enviada para investigar. Rapidamente, ela reconheceu o potencial do jovem. A serviço de Nex, Virtus não usou sua magia apenas em combate; ele dominava todas as artes, teleportando apenas com o poder de sua mente qualquer um que estivesse disposto a ser teleportado. Ele teve o reconhecimento de todos aqueles que salvou e seus encantamentos protegeram muitos.

Nenhum desses três guerreiros foi morto em batalha - todos morreram já velhos, como mortais. Mesmo em seus últimos dias, eles continuaram lutando por Zaros, e Nex os honrou projetando a armadura de seus exércitos com base naquelas vestidas por Torva, Pernix e Virtus.